carregando...


Taboão da Serra, 24 de Setembro de 2017 - 21° C

Com campanha “Agosto Dourado”, Secretaria de Saúde incentivou a amamentação

SaúdeAgosto Douradoamamentaçãoaleitamento maternoSaúde

Atualizado em: 01/09/2017 15:09

No mês em que se comemorou a 25ª Semana de Aleitamento Materno, a Prefeitura de Taboão da Serra, através da Secretaria de Saúde desenvolveu diversas ações com o intuito de apoiar, fortalecer e incentivar a amamentação. A campanha batizada de Agosto Dourado consistiu tanto em orientar agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem, como também apoiar e tirar dúvidas de mulheres que amamentam e de seus familiares por meio de rodas de conversa.


No dia 23 de agosto foi vez Unidade Básica de Saúde (UBS) Santo Onofre receber as ações da campanha. À ocasião, as agentes comunitárias de saúde foram orientadas sobre as vantagens, mitos e verdades do aleitamento materno, bem como maneiras de auxiliaras lactantes, durante as visitas rotineiras,nas dificuldades iniciais da amamentação.


Uma das participantes foi à agente comunitária Kaline Nunes Cabral Silva, que trabalha há cinco anos na Prefeitura. A moradora do Jardim Maria da Costa elogiou a iniciativa e disse que foi esclarecedora. “O encontro foi muito bom, esclareceu bastante dúvidas. Ainda tem muito aquela coisa da tradição da avó, que a avó fazia, minha mãe fez e a gente vê que tem coisas que são muito mais simples. Por exemplo, elas explicaram que o bebê tem que pegar a auréola para conseguir mamar. Eu sou mãe de dois (18 e 14 anos), mas eu não sabia disso. Na época que meu filhos nasceram não tinha nem metade destes esclarecimentos. Por isto é bom a gente sempre estar se reciclando, sempre ter informações novas”, disse.

As ações do Agosto Dourado foram desenvolvidas pelas funcionárias do Serviço Multidisciplinar para a Promoção, Proteção e Apoio ao Aleitamento Materno, que desde março oferece consultoria e realiza acompanhamento com mães que deram a luz na Maternidade Municipal. A equipe é formada pela formada pela fonoaudióloga Mailda Baldin, pela psicóloga Vivian Rocha e pela odontopediatra Cristina Pedro. As Unidades Básicas de Saúde de Taboão também promoverão ações pró-aleitamento, como cafés da manhã, rodas de conversa e sorteios.

 

Unidades de Saúde e Serviço Multidisciplinar promoveram ações pró-amamentação durante o Agosto Dourado


De acordo com a secretária de Saúde, Dra. Raquel Zaicaner, a campanha é uma parte da política pública desenvolvida pelo município em favor do aleitamento materno. “Embora o Brasil seja referência mundial quando falamos em amamentação, segundo dados da Organização Mundial de Saúde, apenas pouco mais 38% dos bebês nascidos no país se alimentam exclusivamente com leite materno nos primeiros meses de vida. Neste sentido, o Agosto Dourado, bem como o Serviço Multidisciplinar que é desenvolvido na Maternidade do Antena são algumas das ações que estamos desenvolvendo para elevar os índices de amamentação aqui no município”, explicou a secretária.


Além da UBS Santo Onofre, receberam ações do Agosto Dourado as UBSs Clementino, Santa Cecília, Suína, Oliveiras/Marabá, Parque Pinheiros, Dr. Maria José de Albuquerque, Jardim América e Silvio Sampaio, os postos do Programa Saúde da Família (PSF) Margaridas, Salete e Record/Ponte Alta, além do Centro de Referência em Saúde da Mulher. O encerramento das atividades aconteceu em 31 de agosto, no PSF Panorama.


Semana Mundial de Aleitamento Materno

Celebrada de 1 a 8 de agosto, a Semana Mundial de Aleitamento Materno foi criada em 1992 pela Aliança Mundial de Ação pró-Amamentação (WABA), rede global de organizações e de indivíduos que acreditam que a amamentação é o direito de todas as crianças e mães e, neste sentido, se dedicam a proteger, promover e apoiar esse direito. A WABA tem laços estreitos com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).


Todos os anos a Semana Mundial de Aleitamento Materno aborda um tema diferente, com o intuito de provocar reflexões na sociedade. O tema deste ano foi “Tod@sjunt@s pela Amamentação - Proteger a amamentação: construir alianças sem conflito de interesses”, isto é, ampliar parcerias e ações pró-aleitamento materno, sem perder de vista os aspectos éticos e a preocupação quanto a possíveis conflitos de interesse nessas relações, como os das indústrias alimentícias e de fórmulas infantis, de mamadeiras e chupetas, entre outros fatores que interferem no sucesso da amamentação.


No Brasil, Lei Federal Nº 13.435/2017, institui o mês de agosto como o Mês do Aleitamento Materno, no qual as ações pró-amamentação são intensificadas a fim de conscientizar e esclarecer a população.